Adiamento

O Brasil é um dos países com transmissão comunitária da COVID-19, sendo o distanciamento social uma das recomendações da OMS para evitar contágio. A Comissão Organizadora do CIAD, diante do surto de coronavírus e em respeito aos seus participantes, informa que o mesmo foi adiado para o dia 05 e 06 de novembro de 2021. No site www.ciad.com.br, será publicada a Revista de Atenção Domiciliar com os trabalhos de 2019 e outras informações referentes ao evento.

“Bem sei que muitas vezes,
o único remédio
é adiar tudo. É adiar a sede, a fome, a viagem,
a dívida, o divertimento,
o pedido de emprego, ou a própria alegria.
A esperança é também uma forma
de contínuo adiamento.
Sei que é preciso prestigiar a esperança,
numa sala de espera.
Mas sei também que espera significa luta e não, apenas,
esperança sentada.
Não abdicação diante da vida.
(...)” (A rua, Cassiano Ricardo)

A poesia sempre nos traz a possibilidade de ver a realidade sob outro prisma e isso, às vezes é o que nos alenta.

Como o belo poema nos mostra, existem épocas em que há de se adiar tudo, não por querer, mas por circunstâncias, não por abdicação, mas por proteção. Dessa forma, infelizmente, chegou a vez do CIAD ser adiado, pela pandemia, pelas orientações da OMS de distanciamento social, por respeito e proteção aos participantes.

Na esperança de que em 05 e 06 de novembro de 2021 tudo o que estamos vivendo hoje seja somente uma lembrança ruim para todos nós, é que faremos nosso evento com muitas novidades.

Como espera significa luta, manteremos nosso site, www.ciad.com.br, atualizado com a publicação da Revista de Atenção Domiciliar e interação com nossos parceiros de longa data, os que fazem da assistência domiciliar muito mais do que esperança de bom cuidado.