08 e 09 de novembro de 2019

Para prosseguir informe seu e-mail,

Fique atento as novidades, você terá acesso a conteúdo importante na área de assistência domiciliar.

Programação

Atividades do Espaço Simulado

As atividades contam com a orientação técnica de profissionais das áreas específicas, como médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais, nutricionistas, cirurgião dentistas, terapeutas ocupacionais, fonoaudióloga e farmacêutico.

Atividades no dormitório:

  • Indicação para ventilação mecânica no domicílio: avaliação criteriosa do quadro clínico, da família e do domicílio; das possibilidades de assistência pela equipe, da disponibilidade de recursos e da habilidade técnica para o manejo seguro dos equipamentos.
  • Cuidados complementares e essenciais para pacientes acamados: úlceras por pressão, gastrostomias, traqueostomias, troca de sondas e cateteres, atenção às vias de acesso venoso e intradérmicas.

Atividades na sala:

  • Pacientes com indicação de diálise que apresentam dificuldades de locomoção, além de outras comorbidades: como e quais aspectos avaliar para que o procedimento seja possível de ser realizado no domicílio?
  • Em que medida as adaptações tanto do espaço domiciliar como dos equipamentos e utensílios podem ajudar os pacientes com restrições de coordenação motora grossa ou fina em suas atividades da vida diária.

Atividades na Cozinha:

  • Reabilitação Nutricional e rearranjos culinários: pacientes com diferentes situações de cuidados, que se alimentam por via oral, exigem dos profissionais a criatividade como elemento essencial de estímulo à alimentação.
  • Pacientes que se utilizam de vias alternativas para alimentação como sonda nasogástrica, gastrostomia ou jejunostomia no domicílio: atenção na avaliação e indicação das dietas mais adequadas, considerando o aporte nutricional e a manutenção das vias de acesso.

Oficinas e Pré-congresso – Sexta-feira - 08 de novembro de 2019

Desde 2018 os cursos pré-congresso são apresentados na forma de OFICINAS TEMÁTICAS com o intuito de proporcionar ao participante a vivência in loco do assunto proposto, por meio de atividades práticas. As atividades serão desenvolvidas por profissionais de reconhecida expertise, propiciando aos participantes a aquisição de conhecimentos mediante experiências que vão além da abordagem tradicional. Algumas oficinas se complementarão nos espaços simulados para tal fim “casa Ciad 2019”.


Oficina I - (INSCRIÇÕES ENCERRADAS)

Hipodermóclise - como fazer:
(amplie o conhecimento adquirido nesta atividade participando do espaço simulado). Hipodermóclise consiste na administração de fluídos por via subcutânea, técnica fundamental para a reposição hidroeletrolítica e terapia medicamentosa em pessoas idosas, pacientes com impossibilidade de ingestão oral e/ou acesso venoso, especialmente em cuidados paliativos no contexto da atenção domiciliar.

Responsável: Profª. Dra. Mônica Martins Trovo de Araujo – enfermeira, mestre e doutora pela EEUSP, especialista em Cuidados Paliativos pelo Pallium Latinamérica, docente da Universidade São Judas.

Oficina II

Gastrostomia endoscópica: indicação, riscos e cuidados.
(amplie o conhecimento adquirido nesta atividade participando do espaço simulado). Os benefícios da GEP - Gastrostomia Endoscópica Percutânea podem ser aferidos pelos resultados em crianças e adultos, que apresentam dificuldades com a ingestão de alimentos pela via oral, constituindo-se, também, como uma alternativa para a infusão de alguns medicamentos. Será demonstrado como se realiza o procedimento e quais são os principais cuidados.

Responsável: Dr. Edson Ide – médico – mestre pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, supervisor do Serviço Endoscopia Gastrointestinal do Hospital das Clinicas da Faculdade da FMUSP

Oficina III - (INSCRIÇÕES ENCERRADAS)

AMAC – Ambulatório Multidisciplinar de Assistência ao Cuidador: porque e como montar.
Na edição anterior do CIAD foi realizado o “Curso para cuidadores de pacientes em Atenção Domiciliar - como montar”, que teve como objetivo demonstrar como se organiza o curso para a capacitação de cuidadores leigos, a fim de garantir o cuidado adequado ao paciente. Desta feita, o objetivo é demonstrar como se organiza um ambulatório de assistência ao próprio cuidador, com o intuito contribuir para o autocuidado e a melhora da sua qualidade de vida.

Responsáveis:
Fábio Campos Leonel – médico geriatra pela AMB e SBGG, médico assistente do NADI – Hospital das Clínicas/FMUSP;
Claudia Fernandes Laham – psicóloga com mestrado pela Faculdade de Medicina da USP, psicóloga do NADI do Hospital das Clínicas/FMUSP;
Dayane Soares Daniel - assistente social com especialização no Hospital das Clínicas Paulo/FMUSP , Assistente Social Centro de Referência do Idoso – CRI Zona Norte.

Oficina IV - (INSCRIÇÕES ENCERRADAS)

O paciente como mestre do cuidado: o legado de Elisabeth Kübler- Ross para os nossos dias.
Elisabeth Kübler- Ross foi uma médica psiquiatra suíça, radicada nos Estados Unidos, uma das pioneiras do movimento de Tanatologia e Cuidados Paliativos globalmente. Nessa oficina conheceremos o seu legado histórico, assim como o método de ensino que colocou o paciente no centro do debate, a fim de tê-lo como um mestre do cuidado. Essa oficina é oferecida em parceira com a Elisabeth Kübler- Ross Foundation

Responsável: Rodrigo Luz de Araujo - psicólogo do IPUB-Instituto de Psiquiatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro -FRJ e Diretor Presidente da Associação Elisabeth Kübler- Ross Foundation.

Pré-curso Setor Privado

Perspectivas e desafios da Assistência Domiciliar no Setor Privado: uma discussão necessária.
O debate sobre as possibilidades da assistência domiciliar se tornar, cada vez mais, uma complementação de atenção à saúde vem ganhando espaço e importância nos dias atuais, principalmente, diante das doenças crônicas próprias do envelhecimento. São os idosos, em sua maioria, os pacientes assistidos em domicílio. É para esta população em constante crescimento que novas estratégias devem ser implementadas. Um planejamento que leve em consideração dados demográficos e a incorporação de novas tecnologias.

Debatedores:
André Luis Cortez Minchillo – médico – vice- presidente do Grupo Ideal Care;
Ari Bolonhezi – médico – sócio-diretor da Home Doctor Brasil;
Dácio Damiani – médico – diretor do Newcare Group;
Dra. Sheila Silveira Siao Lopes – médica – diretora da Captamed Cuidados Continuados Ltda.

Congresso - Sexta-feira – 08 de novembro de 2019

ATIVIDADE I – “É porque vivemos de fato entre e na passagem de um grupo social para outro que podemos sentir (...) a transformação do espaço como elemento socialmente importante”.
(DaMatta, 1997)

Grande Painel - Hospital x Domicílio: possibilidades e limites de práticas diferenciadas.
Coordenação: Flavia de Barros Azevedo – médica – Serviço de Emergência Clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Avaliação na pré-alta hospitalar: aspectos a serem considerados para o encaminhamento à assistência domiciliar.
Palestrante: Luiz Claudio Marrochi – médico - Santa Casa de Misericórdia de São Paulo, Diretor Presidente do Nead – Núcleo das Empresas de Assistência Domiciliar e Diretor Técnico da Saúde Care.

• Possibilidades e limites no atendimento domiciliar aos pacientes em cuidados prolongados.
Palestrante: Dr. Hercílio Hoepfner Júnior - médico - Especialista em Geriatria; Coordenador do SAD da Unimed Joinville SC; Preceptor na Residência de Clínica Médica do Hospital Municipal São José em Joinville SC.

Discussão

Intervalo (16 às 16h30)


Mesa Redonda - Adaptação em AD: a combinação entre criatividade e técnica.

Coordenação: Eduardo Martins Zincone – médico – Serviço de Emergência Clínica do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Como adaptar o domicílio e treinar a família para receber paciente em ventilação mecânica
Palestrante: Laerte Honorato Borges – fisioterapeuta - Especialista em Fisioterapia Respiratória e Terapia Intensiva, Mestre e Doutor em Ciências da Saúde pela Universidade Federal de Uberlândia - UFU. Foi Coordenador do Programa Melhor em Casa de Uberlândia MG por 17 anos.

• Ventilação mecânica invasiva: a importância da equipe interdisciplinar na assistência integral ao paciente.
Palestrante: Heloísa Amaral Gaspar – médica – doutorado em ciências pela Faculdade de Medicina da USP, intensivista do Hospital Albert Einstein, Gerente da Home Doctor.

• Ventilação mecânica não invasiva – e outras modalidades de reabilitação respiratória para neuropatas graves.
Palestrante: Wagner Lopes da Silva – fisioterapeuta – Instituto de Reabilitação Lucy Montoro – Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina-USP.

Discussão – mediador

Coquetel - lançamento de publicações (18h30).

ATIVIDADE II – “Ser cidadão (e indivíduo) é algo que se aprende, e é algo demarcado por expectativas de comportamentos singulares.”
(DaMatta, 1997)

Grande Painel II - Assistência Domiciliar: observação atenta sobre informações, registros, documentos x aspectos legais.
Coordenação: Maria Lúcia Bueno Garcia – médica – Professora Associada da Disciplina de Clínica Geral da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo USP.

• Informações clínicas sobre paciente: cautela na veiculação por meio de mídias digitais.
Palestrante: Renato Marcos Endrezzi Sabbatini – biomédico e professor universitário de bioética, segurança da informação e confidencialidade da UFP e Escola Bahiana de Medicina; presidente e pesquisador docente do Instituto Edumed para Educação em Medicina e saúde.

• Pacientes em Cuidados Paliativos: clareza quanto à legalidade e finalidade de documentos solicitados à equipe multiprofissional.
Palestrante: Letícia Andrade – Assistente Social – NADI - Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Discussão

Intervalo (das 16h às 16h30)


Mesa Redonda – Adaptação em AD: a combinação entre criatividade e técnica.
Coordenação: Luciano Rodrigues de Oliveira – enfermeiro - Mestre em Ciências da Saúde – UNIFESP. Experiência como responsável pelo Serviço de Desospitalização do Hospital Sírio Libanês. Atualmente é Diretor Executivo da LRO – Consultoria e Assessoria em Serviços de Desospitalização e Transição de Cuidados.

• Importância do planejamento adequado pela equipe interdisciplinar da visita domiciliar: atenção à especificidade de cada caso.
Palestrante: Paula Rossi - médica - EMAD “Programa Melhor em Casa” Hospital Vereador José Storopolli - SPDM

• Dose unitária de medicamentos para pacientes especiais
Palestrante: Bruna S. Fernandes da Costa – farmacêutica – Clínica do Ambulatório de Anticoagulação Oral da Disciplina de Clínica Médica Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

• Alterações na fala por problemas neurológicos – como adequar à comunicação.
Palestrante: Adriana Leico Oda – fonoaudióloga – atuando em motricidade oral, deglutição, disfagia, voz e fala, disartria, linguagem e comunicação, relacionadas à Neurologia e à Gerontologia. Sócia da Neuroqualis – Clínica de Ensino e Pesquisa.

Discussão – mediador

Coquetel - lançamento de publicações (18h30).

ATIVIDADE III – “Dialogar é relacionar, é criar um espaço ambíguo, tanto mais assim quanto mais distante estiverem às categorias entre si.”
(DaMatta, 1997)

Grande Painel - A atenção necessária aos profissionais da saúde.
Coordenação:


• Contratação e treinamento de profissionais de enfermagem: aspectos a serem considerados
Palestrante: Luiza Watanabe Dal Bem – enfermeira - Membro do Conselho de Administração do Grupo Dal Ben & Sênior Care, Membro do Grupo de Estudos e Desospitalização da SES-SP, Docente pós graduação da FECS, Consultora em Cuidados de Transição, Atenção Domiciliar e Segurança do Paciente, Membro da REBRAENSP.

• Inteligência emocional e relacional no trabalho em equipe interdisciplinar
Palestrante: Mônica Martins Trovo – enfermeira – Doutora em Ciência pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo/USP; Especialista em Cuidados Paliativos e docente da Universidade São Judas Tadeu.

Discussão

Intervalo (das 16h às 16h30)


Mesa Redonda - Canais de comunicação eficazes em Atenção Domiciliar.
Coordenação: Ligia Fidelis Ivanovic – médica assistente – Serviço de Clínica Geral e Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Reunião de família de paciente idoso: simples protocolo ou intervenção eficaz?
Palestrante: Sandra Rabello – assistente social – Coordenadora de Projetos de Extensão da UnATI/EURJ; Professora convidada do curso de Pós Graduação em Gerontologia da Universidade Veiga de Almeida; Professora do curso de Cuidadores de Idosos da ABRAZ/RJ

• Psicoterapia domiciliar: driblando os limites do espaço do outro
Palestrante: Francisco Carlos Toro da Silva – psicólogo – Docente do NEPPHO – Núcleo de Estudos e Pesquisa em Psicologia Hospitalar da PUC/SP.

• Ambulatório de cuidadores: a escuta como estratégia de cuidados
Palestrante: Claudia Fernandes Laham – psicóloga – NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Discussão – mediador

Coquetel - lançamento de publicações (18h30).

ATIVIDADE IV – “O feminino assume um aspecto relacional básico na estrutura ideológica brasileira.”
(DaMatta, 1997)

Grande Painel - Feminização: zelo e cuidado.
Coordenação: Maria Helena Sampaio Favarato – médica assistente – Serviço de Clínica Médica Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Cuidado domiciliar à parturiente jovem: treinamento e incentivo à amamentação e outros cuidados com o bebê.
Palestrante: Erdnaxela Fernandes do Carmo Souza - enfermeira - Docente do Curso de Graduação e Pós-Graduação em Enfermagem da Universidade Guarulhos. Enfermeira Obstetra do Hospital Samaritano de São Paulo. Supervisora de Enfermagem da CRON - Central de Regulação Obstétrica e Neonatal do Município de São Paulo.

• Assistência Ventilatória aos pacientes pediátricos: atenção à mãe cuidadora.
Palestrante: Milton Hanashiro – médico assistente - Hospital Auxiliar de Suzano do Hospital das Clínicas FMUSP. Mestre em medicina pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo.

Discussão

Intervalo (das 16h às 16h30)


Mesa Redonda - Assistência domiciliar e cuidados: ausências
Coordenação: Felipe Vecchi – médico – Assistente do Hospital-Dia Geriátrico do HCFMUSP, Médico Assistente da Enfermaria de Clínica Médica do IAMSPE e Médico Diarista do Hospice e Unidade de Transição Clínica Sainte Marie.

• Idosos com indicação para Atenção Domiciliar: como viabilizar o atendimento.
Palestrante: Naira Dutra Lemos – assistente social – Professora afiliada da disciplina de Geriatria e Gerontologia da Universidade Federal de São Paulo. Programa de Assistência Domiciliar ao Idoso e o Ambulatório para Cuidadores – UNIFESP.

• Assistência domiciliar privada no cuidado ao paciente: quando a família se recusa a assumir a responsabilidade.
Palestrante: Christiane Mariani Rodrigues – enfermeira - Auditora do Programa de Assistência Domiciliar da Sompo Seguros Saúde.

• Idosos em estado de abandono: quem protege?
Palestrante: Dimitri Nascimento Sales – advogado – Doutor em Direito, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC/SP; Professor de Direito da Universidade Paulista; Professor Visitante da Faculdade de Derecho da Universidade de Buenos Aires.

Discussão – mediador

Coquetel - lançamento de publicações (18h30).

Atividade V - “Não posso transformar a casa na rua e a rua na casa impunemente. Há regras para isso.” (DaMatta,1997)

Grande Painel - Adaptações técnicas necessárias ao cuidado domiciliar.
Coordenação: Guilherme de Abreu Pereira – médico – Serviço de Clínica Geral do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Indicações técnicas de Catéter Central de Inserção Periférica - PICC: quando e por que indicar.
Palestrante: Dafna Maida Pardo – enfermeira – Especialista em Acesso Vascular do Hospital Sírio Libanês; Enfermeira de Urgência e Emergência.

• Terapia nutricional parenteral: adaptações no domicílio.
Palestrante: Maria de Lourdes Teixeira da Silva – médica – Coordenadora da Equipe Multidisciplinar de Terapia Nutricional/EMTN hospital Beneficência Portuguesa e BP Mirante; Diretora do Ganep.

Discussão

Intervalo (das 16h às 16h30)


Mesa Redonda - Controle da dor e outros sintomas: alternativas possíveis.
Coordenação: Julio Cesar de Oliveira – médico – Serviço de Clínica Médica Geral do Hospital das Clínicas da FMUSP e do Instituto do Câncer do Estado de São Paulo – ICESP.

• Cateter peridural – indicações e cuidados
Palestrante: Aquila Lopes Gouvea - enfermeira – Equipe de Controle de Dor do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP; doutoranda pela FMUSP.

• Acupuntura domiciliar é uma possibilidade?
Palestrante: Angélica Massako Yamaguchi - médica – NADI – Núcleo de Assistência domiciliar Interdisciplinar do ICHCFMUSP.

• Laser em odontologia no alívio afecções bucal.
Palestrante: Andrea Tomassian – cirurgiã dentista – Pós-graduanda na faculdade israelita Albert Einstein. Habilitada em Terapia Fotodinâmica e Laser terapia pelo REO.

Discussão – mediador

Coquetel - lançamento de publicações (18h30).

Congresso - Sábado – 09 de novembro de 2019

Simpósio Satélite: BIODELTA”

Tema : “Objetivos e equipamentos para reabilitação com exercícios resistidos em domicílio.”
  • Palestrantes:
    Prof. Dr. José Maria Santarém Sobrinho – médico – graduado pela Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo, doutorado em medicina pela FMUSP, especialista em Fisiatria e Reumatologia pela AMB.

Simpósio Satélite: TENA”

Tema : “Boas Práticas no Gerenciamento da Incontinência Urinária”
  • Palestrantes:
    Maria Alice Lellis - Enfermeira - graduada pela Escola Paulista de Medicina, Mestrado em Fundamentos de Enfermagem pela USP Doutorado em Ciências da Saúde pela UNIFESP.

ATIVIDADE I – “Sem entender a sociedade com suas redes de relações sociais e valores, não se pode interpretar como o espaço é concebido.”
(DaMatta, 1997)

Palestra - Melhor em Casa: Panorama Brasileiro
Palestrante: Mariana Borges Dias - médica – coordenadora Geral da Atenção domiciliar do Ministério da Saúde.


Grande Painel - Internação domiciliar: diferentes vivências.
Coordenação: Andrey Socolovithc - médico – Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP.

• Atendimento interdisciplinar ao paciente crônico: evitando reinternações.
Palestrante: Bruno Alves Pinto - médico coordenador do Programa Melhor em Casa do Hospital Cidade Tiradentes OSS Santa Marcelina, Diretor Técnico do Recanto São Camilo – Unidade Granja Viana.

• Avaliação e conduta preventivas em fonoaudiologia: ações complementares na assistência domiciliar
Palestrante: Ana Márcia Vasconcelos - fonoaudióloga – Mestre em linguística aplicada aos estudos da linguagem da linguagem – PUC/LAEL, pós-graduanda em Disfagia e Cuidados Paliativos e Especialização em Terapia de casais e de família.

Discussão

Intervalo: (12h30 às 14h)


Mesa Redonda - Adaptando o domicílio para os cuidados (14h às 16h)
Coordenação: Venceslau Antonio Coelho - médico – Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP; HSL/Hospital Sírio Libanês.

• Espaço domiciliar equipado e adaptado: preservando a capacidade funcional e a qualidade de vida no envelhecimento.
Palestrante: Chao Lung Wen – médico – Professor Associado da Faculdade de Medicina da USP, Chefe da Disciplina de Telemedicina Líder do Grupo de Pesquisa USP em Telemedicina, Tecnologias Educacionais e eHealth no CNPq/MCTIC.

• Como trabalhar a aceitação das pessoas e das famílias diante das alterações e doenças comuns no envelhecimento.
Palestrante: Luma Carolina Câmara Gradim –TO – Doutoranda pela Escola Politécnica da USP; Membro do grupo de pesquisa em Tecnologia Assistiva do Centro Interdisciplinar em Tecnologias Interativas – CITI/USP.


Apresentação oral de três trabalhos – Tema livre (16h às 16h45)

Intervalo: (16h45 às 17h30)

Encerramento e Premiação: (17h30 às 18h30)


ATIVIDADE II – “Somos mestres da transição equilibrada e da conciliação.”
(DaMatta, 1997)

Palestra - Inclusão dos Cuidados Paliativos na Atenção Domiciliar: desafios morais, éticos e operacionais.
Palestrante: Claudia Burlá - médica geriátrica – Membro das Câmaras Técnicas de Cuidados Paliativos e de Geriatria do Conselho Federal de Medicina; membro efetivo do Fórum Permanente de Biodireito, bioética e Gerontologia da Escola de Magistratura do Estado do Rio de Janeiro e membro titular da Academia de Medicina do Rio de Janeiro.


Intervalo: (10h às 10h30)

Grande Painel - Assistência domiciliar: vivências junto aos diferentes perfis de pacientes.
Coordenação: Camila Merida Carrillo - cirurgiã dentista – NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da FMUSP. Hospital do Grupo de Apoio ao Adolescente e à Criança com Câncer – GRAACC.

• Pacientes pediátricos oncológicos em cuidados paliativos no domicílio: peculiariedades.
Palestrante: Ana Paula dos Santos - médica - Diretora responsável Unidade de Tratamento da Dor e Cuidados Paliativos Infantis.

• Adolescentes com doenças neurodegenerativas de longa data: desafios quanto à perspectiva de futuro.
Palestrante: Maria Bernadete Resende – médica assistente do Departamento de Neurologia e membro do Grupo de Doenças Neuromusculares e responsável pelo Ambulatório de Distrofia Muscular do Hospital das Clínicas das Clínicas da FMUSP.

Discussão

Intervalo: (12h30 às 14h)


Mesa Redonda - Morte em domicílio: aspectos operacionais éticos e legais.

• Quando há contraindicação do falecimento ocorrer em domicílio: aspectos clínicos.
Palestrante: Angélica Massako Yamaguchi- médica coordenada clínica do NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da FMUSP.

• Aspectos legais a serem considerados quando a morte ocorrer em domicílio: atenção especial na emissão do Atestado de Óbito.
Palestrante: Maria Rosana Bessner Panachão- médica sanitarista - Secretaria Municipal de Saúde de São Paulo desde 2005 no Programa de Aprimoramento das Informações de Mortalidade (PRO-AIM), sendo gerente de Equipe no período de 2009 a 2019.

Discussão


Apresentação oral de três trabalhos – Tema livre (16h às 16h45)

Intervalo: (16h45 às 17h30)

Encerramento e Premiação: (17h30 às 18h30)


ATIVIDADE III – “Há uma nação brasileira que opera fundada nos seus cidadãos e uma sociedade brasileira que funciona fundada nas mediações tradicionais.”
(DaMatta, 1997)

Palestra - Quando a indicação de práticas integrativas e complementares pode ser proposta ao paciente em domicílio?
Palestrante: Emílio Telesi Júnior-médico – Sanitarista Atualmente responde pela área técnica das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde do Departamento da Atenção Básica, Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo.

Intervalo(10h às10h30)


Grande Painel - Projeto Terapêutico Singular: uma estratégia de atendimento
Coordenação: Paula Cristina Eiras Poço - médica – Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo – FMUSP.

• Quais os aspectos a serem considerados sobre o contexto e a pessoa a ser atendida em domicílio.
Palestrante: Letícia Andrade - Assistente Social – NADI - Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Instituto Central do Hospital das Clínicas da FMUSP.

• Participação da família na construção e no cumprimento do Projeto Terapêutico Singular
Palestrante: Soraia Rizzo - enfermeira – Assessora da Área Técnica da Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo do Programa Melhor em Casa e Atenção Primária à Saúde; Teleconsultora pela plataforma Telesaúde da SMS para assuntos de estomaterapia.

Discussão:

Intervalo(12h30 às 14h)


Mesa Redonda - Ações que podem ser desenvolvidas para alta da assistência domiciliar.
Coordenação: Viviane Duarte Correia - assistente social – Instituto de Medicina Física e Reabilitação - Rede de Reabilitação Lucy Montoro do HCFMUSP.

• A importância da avaliação da demanda clínica na efetivação da alta da AD: garantindo a continuidade do tratamento.
Palestrante: Fábio Campos Leonel- médico geriatra pela AMB e SBGG, médico assistente do NADI – Hospital das Clínicas/FMUSP;– NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da FMUSP.

• Participação da equipe interdisciplinar no planejamento da alta: ações complementares com a rede de serviços
Palestrante: Aliciana Ramos - Assistente Social – NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da FMUSP.

Discussão


Apresentação oral de três trabalhos – tema livre (16h às 16h45)

Intervalo (16h45 às 17h30)

Encerramento e Premiação (17h30 às 18h30)

ATIVIDADE IV – “Na realidade brasileira, “a mulher é básica, porque permite relacionar e, quase sempre, sintetizar antagonismos e conciliar opostos”
(DaMatta, 1997)

Palestra - A feminização da velhice, da dependência e do cuidado: implicações na realidade brasileira.
Palestrante: Wilson Jacob Filho - médico – Professor Livre Docente da Disciplina de Geriatria da Faculdade de Medicina da USP; Coordenador Geral do NADI - Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do HC-FMUSP.

Intervalo (10h às 10h30)

Grande Painel - O cuidado como cotidiano.
Coordenação: Maria Teresa Di Sessa Queiroga Ribeiro - assistente Social – Divisão de Serviço Social do Instituto Central do HCFMUSP.

• Desconstrução da identidade: a demência como fator desencadeador de estresse e sofrimento no cuidador familiar.
Palestrante: Fabiana Satiro de Souza – pedagoga – Especialista em Gerontologia, 50maisativo, Assessoria em atividades para pessoas com mais de 50 anos.

• Risco de depressão em cuidadores idosos.
Palestrante: Fábio Campos Leonel - médico – NADI – Núcleo de Assistência Domiciliar Interdisciplinar do Hospital das Clínicas da FMUSP.


Intervalo: (12h30 às 14h)

Mesa Redonda – A “ausência” do paciente como pessoa na atenção domiciliar.

• Ausência de vínculo: a compreensão necessária sobre a construção das relações familiares.
Coordenação: Silvia Takarashi - médica - Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP

• Luto complicado: o sofrimento de quem cuidou
Palestrante: Juliana Santos Batista – psicóloga.

Apresentação oral de três trabalhos – Tema livre (16h às 16h45)

Intervalo: (16h45 às 17h30)

Encerramento e Premiação: (17h30 às 18h30)

ATIVIDADE V – “As sociedades relacionais têm muitos códigos de comportamento operando simultaneamente. Só que eles não estão competindo, mas são complementares entre si.”
(DaMatta, 1997)

Palestra - Redes de atenção em saúde e a inserção dos serviços de Atenção Domiciliar.
Palestrante: Luciana Guimarães Nunes de Paula – médica – Mestre em Saúde Coletiva pela Universidade de Campinas, ex-consultora técnica da Coordenação Geral de Atenção Domiciliar do Ministério da Saúde, Professora da Universidade Federal de Sergipe – EFS.

Grande Painel - O caráter complementar da Atenção Domiciliar à internação hospitalar.
Coordenação: Rogério Adriano Abe – fisioterapeuta – Tutor no Programa de Residência Multiprofissional em Saúde do Idoso em Cuidados Paliativos do Núcleo Técnico e Científico de Cuidados paliativos da divisão de Fisioterapia do ICHCFMUSP, fisioterapeuta paliativista consultor do Grupo ASAS Consulting.

• Tratamento das infecções crônicas em ortopedia: o equilíbrio entre as diretrizes clínicas e as possibilidades no domicílio.
Palestrante: Priscila Rosalba de Oliveira – Médica assistente do Serviço de Infecção do IOT-HCFMUSP e do Serviço de Controle de Infecção Hospitalar do Hospital AACD. Membro do grupo autor das Diretrizes Brasileiras para Terapia Antimicrobiana Parenteral Ambulatorial da Sociedade Brasileira de Infectologia.

• Fisioterapia domiciliar: trabalhando as possibilidades de recuperação, manutenção e prevenção de agravos da saúde.
Palestrante: Fabiana Gomes – mfisioterapeuta – pós-graduada em fisioterapia neurofuncional.

Intervalo(12h30 às 14h)

Mesa Redonda - Educação em saúde: desafio da Assistência Domiciliar
Coordenação: Vanessa Suller – médica – Serviço de Geriatria do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

• Alfabetização em Saúde e o cotidiano da Assistência Domiciliar: conceitos e possibilidades.
Palestrante: Alfredo Almeida Pina de Oliveira – enfermeiro – Hospital das Clínicas da FMUSP; Professor UNIVERITAS-UNG e Centro Universitário de Campo Limpo Paulista/UNIFACCAMP.

• Educação em Assistência Domiciliar: desafios e potencialidades para o aprendizado interdisciplinar de profissionais da saúde.
Palestrante: Danielle Bivanco Lima – médica – Professora Assistente da Faculdade de Ciências Médicas da Santa Casa de São Paulo.

Apresentação oral de três trabalhos – Tema livre (16h às 16h45)

Intervalo: (16h45 às 17h30)

Encerramento e Premiação: (17h30 às 18h30)



Patrocinadores



Apoio